Casos de sucesso com Seresto - Bud - canino

Empresa

Bayer

Data de Publicação

16/04/2018

Produtos Relacionados

Paciente: Bud, canino, Beagle, 7 anos, 14 kg
Prof. Dr. Ronaldo Lucas - CRMV 6675 - SP.

QUEIXA PRINCIPAL

Prurido intenso com muitas crises de dermatite úmida aguda, mormente em face, com vários episódios de aposição de colar elisabetano para controle momentâneo do quadro. Já diagnosticado por colega como dermatite atópica e ainda segundo o proprietário já havia realizado dieta adequadamente com ração de proteína hidrolisada por mais de 2 meses.

Animal respondeu bem ao uso de corticóide e depois de Oclacitinib, nos primeiros 6 meses, mas posteriormente o quadro saiu de controle. O controle parasitário era feito com ampolas ou comprimidos a cada 30 dias (SIC). Animal passeava na rua todos os dias.

EXAME FÍSICO E DERMATOLÓGICO

Animal com alopecia, hiperqueratose e eritema importante em região cervical ventral. Além de crostas hemorrágicas em região lateral de face e eritema em articulação úmero rádio ulnar. Alopecia e eritema em região periocular e em face externa de pavilhão auricular.

HIPÓTESES DIAGNÓSTICAS

  • 1) Dermatite atópica + Malasseziose
  • 2) Dermatite atópica + sobrecrescimento bacteriano
  • 3) Taquifilaxia
  • 4) Dermatite atópica com crise por DAPE associada

EXAMES COMPLEMENTARES E RESULTADOS

  • 1) Parasitológico de raspado cutâneo – negativo
  • 2) Citologia – raras leveduras Malassezia sp, ausência de cocos

CONDUTA E EVOLUÇÃO

Após 20 dias o animal apresentou melhora de 50% do prurido e das lesões, sendo possível ficar sem colar elizabetano. Quarenta dias após a aposição da coleira o cão estava novamente controlado.

CONCLUSÃO

Nos casos de pacientes controlados e que fazem crise intermitentes, os parasitas, e as infecções, bem como as falhas de administração de medicamentos. Assim numa sequência lógica todos estes pontos devem ser considerados.

A evolução deste caso revela que o controle parasitário não deve ser negligenciado nem pelo proprietário e nem pelo médico veterinário e deve ser considerado como parte importante do tratamento multimodal de pacientes com dermatite atópica.