Zuppy - Depoimentos de Sucesso IBASA - Linha Dermocalmante

Empresa

Ibasa

Data de Publicação

10/12/2019

PDF

Produtos Relacionados

Depoimentos de sucesso

Shampoo Dermocalmante

Spot on Dermocalmante

Animal: Zuppy, canino, raça beagle, macho, 8 anos.

Veterinário: Dr. Raimundo Nonato

Colaborador Ibasa: Edren Souza; Roberta Dourado

Natal, Rio Grande do Norte, Brasil.

Anamnese

O animal apresentava prurido intenso, hipertermia cutânea, espessamento cutâneo, hipotricose cutânea e seborreia.

Suspeita Clínica

Dermatite Seborrética; supercrescimento de malassezia (MOG) e supercrescimento de bactérias (BOG).

Exame Clínico e Complementares

Hemograma: sem alterações; Citologia: presença de numerosos cocos (bactérias) e leveduras (malassezia). 

Tratamento

Banhos 2 vezes por semana com Shampoo Dermocalmante IBASA durante 30 dias. Aplicação 2 vezes por semana de Spot on Dermocalmante IBASA durante 30 dias.

Animal é um dermatopata crônico (diagnosticado com DAC e com recidivas de Piodermite), paciente da Clínica Canis e Catus – Natal/RN e vem sendo acompanhado há um ano pelo Dr. Raimundo Nonato. O paciente apresentava como sinais clínicos prurido intenso, áreas com aspecto pacdermoide e odor muito forte.

No exame de citologia foram detectados cocos e leveduras (MOG e BOG). O animal estava há 3 semanas sem medicações (Tratamento anterior: Cefalexina, banhos com Clorexidina 3%) e o proprietário não havia aderido às hidratações prescritas.

O animal foi submetido a 2 banhos por semana (nas 2 primeiras semanas) com Shampoo Dermocalmante; no 5º banho foi aumentado o espaço de tempo para 7 dia (1 por semana), Total de 6 banhos (30 dias). Ex: Banhos nos dias 1; 4; 8; 12; 20 e 28. Aplicação da Loção Dermocalmante em dias alternados. Aplicação de 3 pipetas a cada 7 dias (Totalizando 4 aplicações).

Evolução clínica: fotos em anexo

O animal só retornou após 30 dias do inicio do tratamento, quando foi observada melhora clínica significativa, com rápida repilação, melhora na textura do pelo e da pele. Segundo o tutor, a melhora foi mais rápida de que os tratamentos anteriores.

A superfície da pele (camada cornea), resseca ao perder água e as células córneas desligamse mais facilmente umas das outras, provocando uma desordem da estrutura da pele, causando transtornos na função da camada cornea. Quando esta película se altera devido a falta de água ou de lípideos, por exemplo, a pele deixa de garantir a sua função de barreira física, tornando-se mais permeável aos alérgenos. 

O uso da fitoesfingosina na defesa natural da barreira cutânea, protege contra as agressões físicas, químicas e biológicas, além de impedir a perda de água transepidérmica, foi o embasamento terapêutico utilizado para este caso clínico.

Além disso, devemos considerar que a fitoesfingosina é um esfingolípido, considerada uma molécula-chave da barreira epidérmica com propriedades antimicrobianas, anti-inflamatórias, antiedematosa e precursora da ceramidas. Sua atividade antimicrobiana está atrelada à sua ação sobre determinados microorganismos gram(+), gram(-), fungos e leveduras. A atividade anti-inflamatória limita-se à produção de citocinas pró-inflamatórias. 

A terapia tópica com banhos e hidratação dérmica, com produtos a base de fitoesfingosina, mostra excelentes resultados na recuperação da barreira cutânea. No presente caso, os resultados mostram que a terapia reativa e a terapia pró-ativa, reduzem o risco de falha no tratamento da DAC, diminuindo os principais sinais clínicos da doença. A manutenção da remissão melhora a qualidade de vida de cães com DAC e seus tutores.

Conclusão

A banhoterapia duas vezes por semana com o Shampoo Dermocalmante IBASA, combinada com o uso do Spot On Dermocalmante IBASA, ambos por 30 dias foi eficaz para este caso de dermatite seborreica canina. 

Evolução Clínica

Antes do tratamento

Final - 30 dias de tratamento