Fortekor5

Elanco

Sobre

Princípio(s) Ativo(s)

  • Cloridrato de Benazepril

Classificaçāo

Inibidor da ECA

Receita

Receita Simples

Espécies

Cães e Gatos

Armazenamento

Conservar o produto em sua embalagem original, em local seco, fresco, em temperatura entre 15°C e 30°C e ao abrigo da luz solar. Manter este ou qualquer outro medicamento fora do alcance de crianças e de animais domésticos. Toda vez que meio comprimido for guardado, o mesmo deve ser mantido no blister, dentro do cartucho.

Registro no mapa

Licenciado no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento sob o nº 6.059 em 24/07/97.

Apresentações e concentrações

Apresentações e concentrações

  • - Fortekor 5 mg, comprimido (28 un)

Indicações e contraindicações

Indicações

Fortekor™5 é indicado para o tratamento da insuficiência cardíaca congestiva em cães e doença renal crônica em gatos. Comprimidos palatáveis para cães e gatos.

Contraindicações / precauções

Cães: sinais de hipotensão, como cansaço e tonturas, são raros, mas podem aparecer, devendo ser transitórios. Nestes casos pode ser necessário reduzir a dose do diurético. Pode ocorrer interação com a droga espironolactona, quando em doses diuréticas.

Fortekor™5 não é recomendado para animais de reprodução e cadelas prenhes ou em lactação. Esses animais somente deverão ser tratados se o risco/benefício for considerado justificável.

Não tratar animais que apresentem evidência de falha cardíaca devido à estenose da válvula aórtica. Gatos: pode aumentar a concentração da creatinina plasmática ao início do tratamento, relacionado com o mecanismo e a efetividade do medicamento.

Fortekor™5 não é recomendado para gatas reprodutoras ou prenhes ou animais em lactação. Não foram observadas evidências de toxicidade renal com Fortekor™5 durante os testes clínicos do produto.

A excreção via biliar significa que existe um risco muito baixo de bioacumulação em cães com insuficiência renal. Contudo, como é a rotina nestes casos, é recomendável se monitorar as concentrações de ureia e creatinina plasmática de cães com insuficiência renal.

Efeitos adversos

Cães: sinais de hipotensão, como cansaço e tonturas, são raros, mas podem aparecer, devendo ser transitórios. Nestes casos pode ser necessário reduzir a dose do diurético. Pode ocorrer interação com a droga espironolactona, quando em doses diuréticas.

Gatos: pode aumentar a concentração da creatinina plasmática ao início do tratamento, relacionado com o mecanismo e a efetividadedo medicamento.

Não foram observadas evidências de toxicidade renal com Fortekor™5 durante os testes clínicos do produto.

A excreção via biliar significa que existe um risco muito baixo de bioacumulação em cães com insuficiência renal. Contudo, como é a rotina nestes casos, é recomendável se monitorar as concentrações de ureia e creatinina plasmática de cães com insuficiência renal.

Reprodução, gestação e lactação

Fortekor™5 não é recomendado para animais de reprodução e cadelas prenhes ou em lactação e não é recomendado para gatas reprodutoras ou prenhes ou animais em lactação.

Administração e doses

Via(s)

Oral

Videos da(s) via(s)

Videos da(s) via(s)

Frequência de utilização

Uma vez ao dia (Fortekor™5 produz uma inibição significativa da ECA plasmática por mais de 24 horas após administração de dose única).

Duração do tratamento

A duração do tratamento é ilimitada. O desaparecimento dos sintomas não é indicativo para suspender o tratamento.

Fortekor™5mg

Recomendado

Cães

0,25 - 0,5 mg / kg

calcular

Gatos

0,5 mg / kg

calcular

Modo de usar

Insuficiência cardíaca congestiva em cães: a dose recomendada é de 0,25 a 0,50 mg para cada kg de peso corporal, administrada por via oral, uma vez ao dia. Fortekor™5 pode ser administrado com ou sem alimento. A duração do tratamento é ilimitada. Sob o critério do Médico Veterinário a dose pode ser dobrada, mas mesmo assim, deve ser administrada apenas uma vez ao dia.

Fortekor™5 pode ser administrado em combinação com digoxina, diuréticos e drogas anti-arrítimicas quando necessário. Insuficiência renal crônica em gatos: a dose recomendada é de 0,50 mg de Fortekor™5 para cada Kg de peso corporal, administrada por via oral. Fortekor™5 pode ser administrado com ou sem alimento.

Observações

Em cães com insuficiência cardíaca congestiva, a administração de Fortekor™5 reduz a pressão sanguínea e o volume de carga sobre o coração. Fortekor™5 induz a um significativo aumento da expectativa de vida de cães com insuficiência cardíaca congestiva, sob condições clínicas muito mais favoráveis, tal como, redução da tosse e uma melhor qualidade de vida. Ao contrário do que ocorre com outros inibidores da ECA, benazepril é excretado pelas vias biliar e urinária, de modo que não se faz necessário o ajuste de dose para o tratamento de animais com insuficiência renal. Em gatos com insuficiência renal crônica Fortekor™5 reduz a perda de proteína pela urina e diminui a pressão sanguínea intraglomerular.

Fortekor™5 aumenta o apetite, a qualidade de vida e prolonga o tempo de vida de gatos, particularmente em caso de doença em estado avançado.

Os comprimidos palatáveis sabor carne de Fortekor™5 apresentam uma tecnologia exclusiva Elanco™. Cada molécula de benazepril é revestida por um filme especial que só dissolve no pH ácido do estômago. Após as moléculas são envolvidas por palatabilizante e prensadas em comprimidos sulcados. O filme que só dissolve em pH ácido, garante que o princípio ativo seja dissolvido apenas no estômago onde é absorvido, garantido sua máxima eficácia, além de praticidade.

Interações medicamentosas

Observações da interação

Pode ocorrer interação com a droga espironolactona, quando em doses diuréticas.

* Aviso Legal - Interações Medicamentosas - O Aplicativo Vet Smart contém informações de interação medicamentosas em geral, que foram levantadas por pesquisa realizada pelo próprio Vet Smart, de modo que as informações médicas e sobre medicamentos não é um aconselhamento médico veterinário e não deve ser tratado como tal. Portanto, a Vet Smart não garante nem declara que a informação sobre tratamentos médicos veterinários ou interações medicamentosas do Aplicativo Vet Smart: (A) estará constantemente disponível, ou disponíveis a todos; ou (B) são verdadeiras, precisas, completas, atuais ou não enganosas.

Farmacologia

Compatibilidade

Fortekor™5 pode ser administrado em combinação com digoxina, diuréticos e drogas anti-arrítimicas quando necessário.

Farmacodinâmica

Fortekor™5 é composto por benazepril, inibidor da enzima conversora da angiotensina (ECA).

Farmacocinética

Fortekor™5 é composto por benazepril, o qual após a administração é rapidamente absorvido a partir do trato intestinal e hidrolisado na sua forma benazeprilato,inibidor da enzima conversora da angiotensina (ECA). Produz uma inibição significativa da ECA plasmática por mais de 24 horas após administração de dose única. A inibição da ECA leva a uma redução de conversão da Angiotensina I inativa, em Angiotensina II ativa, determinando a redução dos efeitos mediados pela última, tais como, vasoconstrição das artérias e veias e a retenção de sódio e água pelos rins. Ao contrário do que ocorre com outros inibidores da ECA, benazepril é excretado pelas vias biliar e urinária, de modo que não se faz necessário o ajuste de dose para o tratamento de animais com insuficiência renal.

Considerações laboratoriais

Não foram observadas evidências de toxicidade renal com Fortekor™5 durante os testes clínicos do produto.

A excreção via biliar significa que existe um risco muito baixo de bioacumulação em cães com insuficiência renal. Contudo, como é a rotina nestes casos, é recomendável se monitorar as concentrações de ureia e creatinina plasmática de cães com insuficiência renal.

Efeitos adversos

Cães: sinais de hipotensão, como cansaço e tonturas, são raros, mas podem aparecer, devendo ser transitórios. Nestes casos pode ser necessário reduzir a dose do diurético. Pode ocorrer interação com a droga espironolactona, quando em doses diuréticas.

Gatos: pode aumentar a concentração da creatinina plasmática ao início do tratamento, relacionado com o mecanismo e a efetividadedo medicamento.

Não foram observadas evidências de toxicidade renal com Fortekor™5 durante os testes clínicos do produto.

A excreção via biliar significa que existe um risco muito baixo de bioacumulação em cães com insuficiência renal. Contudo, como é a rotina nestes casos, é recomendável se monitorar as concentrações de ureia e creatinina plasmática de cães com insuficiência renal.

Reprodução, gestação e lactação

Fortekor™5 não é recomendado para animais de reprodução e cadelas prenhes ou em lactação e não é recomendado para gatas reprodutoras ou prenhes ou animais em lactação.

Estudos

Não há nenhum estudo relacionado à este produto.

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do produto

Distribuidores

Este produto ainda não tem distribuidores

Referências bibliográficas

Este produto ainda não tem Referências/Literatura Recomendada.