Ofloxacina

Princípio Ativo

Sobre

Aviso

Este medicamento pode ser encontrado em apresentações de uso humano, porém com literatura técnica que baseia seu uso na medicina veterinária. O uso de suas informações é de responsabilidade do médico veterinário.

Princípio(s) Ativo(s)

  • Ofloxacina

Classificaçāo

Antibiótico (grupo Fluoroquinolonas)

Receita

Controle Especial - Humano

Espécies

Cães e Gatos

Armazenamento

Conservar em local seco, entre 5°C e 30°C, ao abrigo da luz solar direta e fora do alcance de crianças e animais domésticos.

Apresentações e concentrações

Apresentações e concentrações

  • - Ofloxacina 3 mg/mL, solução oftálmica, (0,125 mg/gota)
  • - Ofloxacina Colírio 3 mg/mL, solução oftálmica, (0,125 mg/gota)

Indicações e contraindicações

Indicações

Indicada para o tratamento de infecções oftálmicas (ceratite, úlcera de córnea, entre outras) causadas por bactérias sensíveis a ofloxacina (PRAJNA et al., 2001).

Contraindicações / precauções

É contra-indicado a pacientes com conhecida hipersensibilidade a quinolonas.

Efeitos adversos

Em humanos as reações adversas que ocorreram após o uso sistêmico de ofloxacino são raras e a maioria dos sintomas são reversíveis. Reação comum (ocorre entre 1% e 10% dos pacientes que utilizam este medicamento): irritação ocular e desconforto ocular. Outras reações foram identificadas, como: conjuntivite; olho seco; edema (inchaço) nos olhos; dor nos olhos; sensação de corpo estranho nos olhos; hipersensibilidade, incluindo prurido (coceira) nos olhos, prurido (coceira) nas pálpebras, angioedema, dispneia (falta de ar), reação anafilática, inchaço da orofaringe e inchaço da língua; ceratite (inflamação da córnea); aumento do lacrimejamento; hiperemia (vermelhidão) nos olhos; fotofobia (intolerância à luz); visão borrada; perfuração da córnea; náusea; edema (inchaço) facial; tontura; edema (inchaço) periorbital (inchaço ao redor dos olhos).

Reprodução, gestação e lactação

Evitar o uso da ofloxacina durante gestação e lactação.

Superdosagem

Em geral, superdosagens não provocam problemas agudos.

Administração e doses

Via(s)

Oftálmica

Videos da(s) via(s)

Videos da(s) via(s)

Frequência de utilização

6/6 horas

Duração do tratamento

7 dias ou a critério do médico veterinário

Doses

Recomendado

Cães e Gatos

1 - 2 gota / olho

Observações

Este medicamento deve ser usado exclusivamente nos olhos. Não encoste a ponta do frasco nos olhos, nos dedos e nem em outra superfície qualquer, para evitar a contaminação do frasco e do colírio.

Interações medicamentosas

Observações da interação

Desconhecida

* Aviso Legal - Interações Medicamentosas - O Aplicativo Vet Smart contém informações de interação medicamentosas em geral, que foram levantadas por pesquisa realizada pelo próprio Vet Smart, de modo que as informações médicas e sobre medicamentos não é um aconselhamento médico veterinário e não deve ser tratado como tal. Portanto, a Vet Smart não garante nem declara que a informação sobre tratamentos médicos veterinários ou interações medicamentosas do Aplicativo Vet Smart: (A) estará constantemente disponível, ou disponíveis a todos; ou (B) são verdadeiras, precisas, completas, atuais ou não enganosas.

Farmacologia

Farmacodinâmica

São substâncias químicas pertencentes ao grupo das quinolonas de 2ª geração - fluorquinolonas. São antimicrobianos bactericidas e sua atividade se relaciona com a inibição das topoisomerases bacterianas do tipo II, também conhecida como DNA girase, impedindo o enrolamento da hélice de DNA numa forma superespiralada (GÓRNIAK, 2006).

Farmacocinética

Os estudos em animais demonstraram que a aplicação de aproximadamente 40 ng de solução oftálmica de ofloxacino 0,3% em olho normal de coelho era seguida de absorção com níveis máximos de 9,27 mg/g na conjuntiva bulbar e 1,61 mg/g na esclerótica após 5 minutos, caindo depois gradativamente. Os níveis máximos no humor aquoso e na córnea foram de 0,69 mg/ml e 4,87 mg/g, respectivamente, detectados após 1 hora, diminuindo rapidamente. Também nos estudos em animais, não se observaram sinais de irritação ocular ou lesão após aplicação tópica de solução oftálmica de ofloxacino 0,3%.

Efeitos adversos

Em humanos as reações adversas que ocorreram após o uso sistêmico de ofloxacino são raras e a maioria dos sintomas são reversíveis. Reação comum (ocorre entre 1% e 10% dos pacientes que utilizam este medicamento): irritação ocular e desconforto ocular. Outras reações foram identificadas, como: conjuntivite; olho seco; edema (inchaço) nos olhos; dor nos olhos; sensação de corpo estranho nos olhos; hipersensibilidade, incluindo prurido (coceira) nos olhos, prurido (coceira) nas pálpebras, angioedema, dispneia (falta de ar), reação anafilática, inchaço da orofaringe e inchaço da língua; ceratite (inflamação da córnea); aumento do lacrimejamento; hiperemia (vermelhidão) nos olhos; fotofobia (intolerância à luz); visão borrada; perfuração da córnea; náusea; edema (inchaço) facial; tontura; edema (inchaço) periorbital (inchaço ao redor dos olhos).

Reprodução, gestação e lactação

Evitar o uso da ofloxacina durante gestação e lactação.

Superdosagem

Em geral, superdosagens não provocam problemas agudos.

Estudos

Não há nenhum estudo relacionado à este produto.

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do produto

Distribuidores

Este produto ainda não tem distribuidores

Referências bibliográficas

CREMONINI, D. N. et al. Liberação intraocular de ofloxacina associada a lente de contato biossintética em ceratite bacteriana experimental em cães. Arq. Bras. Med. Vet. Zootec. Vol.62, no.4. Belo Horizonte, 2010.

GÓRNIAK, S. L. Quimioterápicos. In: SPINOSA H. S. et al. Farmacologia Aplicada à Medicina Veterinária. 4. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2006.

PRAJNA, N. V. et al. Bacteriologic and clinical efficacy of ofloxacin 0,3% versus ciprofloxacin 0,3% ophthalmic solutions in the treatment of patients with culture-positive bacterial keratitis. Cornea, v.20, p.175-178, 2001.