Vitamina K

Princípio Ativo

Sobre

Aviso

Este medicamento pode ser encontrado em apresentações de uso humano, porém com literatura técnica que baseia seu uso na medicina veterinária. O uso de suas informações é de responsabilidade do médico veterinário.

Princípio(s) Ativo(s)

  • Vitamina K

Classificaçāo

Vitamina

Receita

Receita Simples

Espécies

Cães e Gatos

Informações ao cliente

A administração sem prescrição desse algumas formulações de vitamina k pode causar hipervitaminose K, em casos de superdosagem podendo levar a morte.

Obedeça a dose recomendada na bula do medicamento e indicação do médico veterinário.

Armazenamento

Deve ser armazenada ao abrigo de luz em embalagens bem fechadas e em temperatura ambiente.

Apresentações e concentrações

Opções veterinárias

Apresentações e concentrações

  • - Vitamina K
  • - Kanakion 10 mg/mL, solução injetável
  • - Kanakion, manipulação

Indicações e contraindicações

Indicações

Tratamento de intoxicações por anticoagulantes.

Efeitos adversos

Pode ocasionar dor e edema no local da aplicação e, quando usada a via EV, possibilidade de ocorrência de choque anafilático.

Reprodução, gestação e lactação

É eliminada pelo leite e pode atravessar a barreira placentária.

Superdosagem

Doses altas de menadiona (vitamina k3) podem provocar anemia, pilicitemia, esplenomegalia e lesões renais e hepáticas, podendo provocar morte (MEDEIROS e PAULINO,2011).

Administração e doses

Via(s)

IM

SC

Oral

Videos da(s) via(s)

Videos da(s) via(s)

Frequência de utilização

24 / 24 horas

Duração do tratamento

Rodenticidas de curta ação: 10 a 14 dias.

Rodenticidas de longa duração: 3 a 6 semanas.

Rodenticidas de curta ação (PAPICH, 2012)

Recomendado

Cães e Gatos

1 mg / kg

calcular

Rodenticidas de longa duração (PAPICH, 2012)

Recomendado

Cães e Gatos

2,5 - 5 mg / kg

calcular

Observações

Evitar a via intavenosa sempre que possível.

Interações medicamentosas

Anticoagulantes

Tipo de interação

Antagonismo

Grau de interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido dos Anticoagulantes

Conduta

Ajustar dose

* Aviso Legal - Interações Medicamentosas - O Aplicativo Vet Smart contém informações de interação medicamentosas em geral, que foram levantadas por pesquisa realizada pelo próprio Vet Smart, de modo que as informações médicas e sobre medicamentos não é um aconselhamento médico veterinário e não deve ser tratado como tal. Portanto, a Vet Smart não garante nem declara que a informação sobre tratamentos médicos veterinários ou interações medicamentosas do Aplicativo Vet Smart: (A) estará constantemente disponível, ou disponíveis a todos; ou (B) são verdadeiras, precisas, completas, atuais ou não enganosas.

Farmacologia

Compatibilidade

É sensível aos álcoóis e ácalis, insolúvel em água e solúvel em óleo.

Quando necessário diluição de soluções injetáveis de vitamina k, devem ser utlizadas glicose a 5% ou solução salina a 0,9%.

Farmacodinâmica

A vitamina K tem sua ação no fígado, promovendo a biossíntese de protrombina e fatores VII, IX, e X da coagulação.

Sendo assim, indispensável para a manutenção da coagulação sanguínea.

Também participa da metabolização da matriz óssea, influenciando na formação e manutenção das funções esqueléticas.

Farmacocinética

É bem absorvida pelas vias parenterais e oral, sendo que o uso concomitante de alguns antibióticos que atuam sobre os microorganismos intestinais podem afetar sua absorção pela via oral.

A distribuição ocorre através da circulação sanguínea e linfática e se acumula principalmente no fígado. É eliminada pelas fezes.

A vitamina k1 apresenta ação mais rápida do que as outras formas.

Efeitos adversos

Pode ocasionar dor e edema no local da aplicação e, quando usada a via EV, possibilidade de ocorrência de choque anafilático.

Reprodução, gestação e lactação

É eliminada pelo leite e pode atravessar a barreira placentária.

Superdosagem

Doses altas de menadiona (vitamina k3) podem provocar anemia, pilicitemia, esplenomegalia e lesões renais e hepáticas, podendo provocar morte (MEDEIROS e PAULINO,2011).

Monitoramento

Monitorar o tempo de sangramento.

Estudos

Não há nenhum estudo relacionado à este produto.

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do produto

Distribuidores

Este produto ainda não tem distribuidores

Referências bibliográficas

MEDEIROS, R. M. T. e PAULINO, C. A. Vitaminas. In: SPINOSA H. S. et al. Farmacologia Aplicada à Medicina Veterinária. 5. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2011.

MELO, Marília Martins; DE OLIVEIRA, Neide Judith Faria; LAGO, Luiz Alberto. Intoxicações causadas por pesticidas em cães e gatos. Parte II: amitraz, estricnina, fluoracetado de sódio e fluoracetamida, rodenticidas anticoagulantes e avermectinas. Revista de Educação Continuada em Medicina Veterinária e Zootecnia, v. 5, n. 3, p. 259-267, 2002.

PAPICH, M. G. Manual Saunders de terapia veterinária. 3ª ed. Elsevier, Rio de Janeiro, 2012.