Clortetraciclina

Princípio Ativo

Sobre

Aviso

Este medicamento pode ser encontrado em apresentações de uso humano, porém com literatura técnica que baseia seu uso na medicina veterinária. O uso de suas informações é de responsabilidade do médico veterinário.

Princípio(s) Ativo(s)

  • Clortetraciclina

Classificaçāo

Antibiótico

Receita

Controle Especial - Humano

Espécies

Cães e Gatos

Apresentações e concentrações

Apresentações e concentrações

  • - Clortetraciclina 20%, saco (250 g)
  • - Clortetraciclina 20%, saco (30 kg)
  • - Clortetraciclina Solúvel 85%, sachê (100 g)

Indicações e contraindicações

Indicações

Antibiótico (tetraciclina) predominantemente becteriostático de amplo espectro e conta rickétsias e clamídias, além de atuar como promotor de crescimento.

Contraindicações / precauções

- Usar com cautela em portadores de insuficiência hepática ou renal (ajudar a dose), evitando o uso concomitante de outras substâncias hepato ou nefrotóxicas.

- Evitar o uso em animais em crescimento.

- Não usar em herbívoros adultos através da via oral.

Efeitos adversos

- Em animais em crescimento, produz alteração da coloração dos ossos e dentes e retardamento do crescimento ósseo, podendo, em doses altas, ter efeito antianabólico.

- Produtos cujo veículo é o propilenoglicol podem determinar, se rapidamente administrados pela via EV, hemólise intravascular e efeito cardiodepressor.

- Em carnívoros pode haver anorexia, náusea, vômito, diarreia e, em gatos quando na administração oral, cólica, febre, perda de pelos e depressão.

- Equídeos muito estressados podem apresentar diarreia aguda

- Há suspeitas da possibilidade de formação de urólitos em cães.

- Superinfecções, fotossensibilização, hepatotoxidade e discrasias sanguíneas são outros achados mais raros que podem decorrer da administração de tetraciclinas em todas as espécies.

Administração e doses

Via(s)

Oral

Videos da(s) via(s)

Frequência de utilização

8 / 8 horas

Doses

Recomendado

Cães e Gatos

25 mg / kg

calcular

Modo de usar

Em felinos, pode ser usada na dose de 50 mg/animal a cada 24 horas, durante 30 dias, para a prevenção de clamidiose.

Observações

Fármaco muito sensível à umidade e à luz, pode ter sua toxidade aumentada quando deteriorada ou vencida.

Interações medicamentosas

Aminofilia, bicarbonato de sódio, derivados lácteos, dextrano, digoxina, epinefrina, fenobarbital, heparina, hidrocortisona, hidrolisados de proteínas, levartenerol, metilprednisolona, pentobarbital, sais de alumínio, bismuto, cálcio, ferro, magnésio e zinco, soluções de Ringer, soluções polivitamínicas, tiopental e vitaminas do complexo B.

Efeito Clínico

IQ

Antibióticos beta-lactâmicos, catárticos salinos e digoxina

* Aviso Legal - Interações Medicamentosas - O Aplicativo Vet Smart contém informações de interação medicamentosas em geral, que foram levantadas por pesquisa realizada pelo próprio Vet Smart, de modo que as informações médicas e sobre medicamentos não é um aconselhamento médico veterinário e não deve ser tratado como tal. Portanto, a Vet Smart não garante nem declara que a informação sobre tratamentos médicos veterinários ou interações medicamentosas do Aplicativo Vet Smart: (A) estará constantemente disponível, ou disponíveis a todos; ou (B) são verdadeiras, precisas, completas, atuais ou não enganosas.

Farmacologia

Considerações laboratoriais

Glicose urinária.

Efeitos adversos

- Em animais em crescimento, produz alteração da coloração dos ossos e dentes e retardamento do crescimento ósseo, podendo, em doses altas, ter efeito antianabólico.

- Produtos cujo veículo é o propilenoglicol podem determinar, se rapidamente administrados pela via EV, hemólise intravascular e efeito cardiodepressor.

- Em carnívoros pode haver anorexia, náusea, vômito, diarreia e, em gatos quando na administração oral, cólica, febre, perda de pelos e depressão.

- Equídeos muito estressados podem apresentar diarreia aguda

- Há suspeitas da possibilidade de formação de urólitos em cães.

- Superinfecções, fotossensibilização, hepatotoxidade e discrasias sanguíneas são outros achados mais raros que podem decorrer da administração de tetraciclinas em todas as espécies.

Estudos

Não há nenhum estudo relacionado à este produto.

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do produto

Muito satisfatório
Satisfatório
Insatisfatório
Muito insatisfatório

Distribuidores

Este produto ainda não tem distribuidores

Referências bibliográficas

VIANA, F. A. B. Guia Terapêutico Veterinário. 3 ed. Minas Gerais: Editora CEM, 2014. 560 p.