Tyrox

Cepav

Sobre

Princípio(s) Ativo(s)

  • Levotiroxina Sódica

Classificaçāo

Hormônio

Espécies

Cães

Composição

Cada comprimido de TYROX 200 mcg contém:

Levotiroxina sódica - 0,2 mg

Excipiente q.s.p. - 150,0 mg


Cada comprimido de TYROX 600 mcg contém:

Levotiroxina sódica - 0,6 mg

Excipiente q.s.p. - 150,0 mg


Cada comprimido de TYROX 800 mcg contém:

Levotiroxina sódica - 0,8 mg

Excipiente q.s.p. - 150,0 mg


Cada comprimido de TYROX 1.000 mcg contém:

Levotiroxina sódica - 1,0 mg

Excipiente q.s.p. - 150,0 mg

Registro no mapa

Licenciado no Ministério da Agricultura sob número 7.286 em 04/04/2000.

Responsável técnico

Fábio Alexandre Rigos Alves – CRMV/SP nº 9321.

Apresentações e concentrações

Apresentações e concentrações

  • - Tyrox 200 mcg, comprimido (60 un)
  • - Tyrox 600 mcg, comprimido (60 un)
  • - Tyrox 800 mcg, comprimido (60 un)
  • - Tyrox 1000 mcg, comprimido (60 un)

Indicações e contraindicações

Indicações

Indicado como reposição de hormônios da tireoide em cães.

Contraindicações / precauções

Contraindicado nos casos de tirotoxicose, infarto agudo do miocárdio, insuficiência adrenal não compensada.

Efeitos adversos

Não foram observadas reações adversas associadas à terapia, com o produto nas doses recomendadas.

Reprodução, gestação e lactação

A utilização em cadelas prenhes não foi avaliada.

Superdosagem

A administração de superdosagens pode resultar nos sinais e sintomas de tirotoxicose.

Administração e doses

Via(s)

Oral

Videos da(s) via(s)

Frequência de utilização

12 / 12 ou 24 / 24 horas

Doses

Recomendado

Cães

22 mcg / kg

calcular

Interações medicamentosas

Esse produto não contém interações, pois não há referências sobre ou ainda não foi preenchida por nossa equipe técnica.

Farmacologia

Compatibilidade

A levotiroxina aumenta a ação da epinefrina, norepinefrina e outras catecolaminas e substâncias simpaticomiméticas. Os hormônios da tireoide aumentam o catabolismo dos fatores de coagulação dependentes da vitamina K, o que pode aumentar os efeitos anticoagulantes em

pacientes tratados com warfarina.

Em pacientes diabéticos, a administração de hormônios da tireoide pode alterar as necessidades de insulina. Monitorar cuidadosamente o animal durante o início da terapia. Estrógenos podem aumentar as necessidades de hormônios da tireoide.

A quetamina pode causar taquicardia e hipertensão quando usada em pacientes que estejam recebendo hormônios da tireoide.

Merecem atenção especial quanto ao controle de T4 sérico, os animais que estejam recebendo esteróides anabólicos, andrógenos, drogas antitireóide (PTU, metimazole), lítio, mitotane (o,p-DDD), nitroprussida, fenilbutazona, fenitoína, propanolol, salicilatos (altas doses) e sulfaniluréia.

Considerações laboratoriais

Estrógenos podem ter efeito nas concentrações de T3 ou T4 canino.

Efeitos adversos

Não foram observadas reações adversas associadas à terapia, com o produto nas doses recomendadas.

Reprodução, gestação e lactação

A utilização em cadelas prenhes não foi avaliada.

Superdosagem

A administração de superdosagens pode resultar nos sinais e sintomas de tirotoxicose.

Estudos

Não há nenhum estudo relacionado à este produto.

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do produto

Muito satisfatório
Satisfatório
Insatisfatório
Muito insatisfatório

Distribuidores

Este produto ainda não tem distribuidores

Referências bibliográficas

Este produto ainda não tem Referências/Literatura Recomendada.