Sobre

Princípio(s) Ativo(s)

  • Doxiciclina

Classificaçāo

Antibiótico

Espécies

Cães e Gatos

Composição

Cada comprimido de 300 mg contém:

Hiclato de doxiciclina*- 50 mg

Excipiente q.s.p. - 300 mg

* Equivalente a 43,32 g de doxiciclina base


Cada comprimido de 600 mg contém:

Hiclato de doxiciclina*- 100 mg

Excipiente q.s.p. - 600 mg

* Equivalente a 86,64 g de doxiciclina base


Cada comprimido de 1200 mg contém:

Hiclato de doxiciclina*- 200 mg

Excipiente q.s.p. - 1200 mg

* Equivalente a 173,28 g de doxiciclina base

Armazenamento

Conservar em local fresco e seco, na embalagem original fechada, à temperatura ambiente (15 a 30°C), ao abrigo da luz solar.

Registro no mapa

Licenciado no Ministério da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento sob o número SP 000109-1.000001, em 07/04/2019.

Responsável técnico

Dra. Carla Fabiana da Silva - CRF - SP 79.096.

Apresentações e concentrações

Apresentações e concentrações

  • - Doxinew 50 mg, comprimido (14 un)
  • - Doxinew 100 mg, comprimido (14 un)
  • - Doxinew 200 mg, comprimido (14 un)

Indicações e contraindicações

Indicações

Doxinew é indicado para cães no tratamento de infecções causadas pelos seguintes microrganismos: Staphylococcus aureus, Streptococcus pneumoniae, Escherichia coli, Leptospira interrogans, Salmonella choleraesuis, e Trueperella pyogenes, se utilizado conforme indicação de bula. Também é indicado para gatos no tratamento de infecções causadas pelos seguintes microrganismos: Staphylococcus aureus, Streptococcus pneumoniae, Escherichia coli, Leptospira interrogans, Salmonella choleraesuis, e Trueperella pyogenes, se utilizado conforme indicação de bula.

Contraindicações / precauções

- Não administrar o medicamento a animais que apresentem hipersensibilidade às tetraciclinas e seus derivativos.

- Não administrar em animais com menos de 30 dias de vida.

- Não administrar em animais com hepatopatias e nefropatias.

- Não administrar o comprimido de Doxinew por via oral com alimentos ricos em cálcio ou medicamentos que contêm cálcio, porque eles podem inibir a absorção oral e o efeito antimicrobiano.

Efeitos adversos

Podem ser observados vômitos, náuseas e diarreia, especialmente quando doses elevadas são administradas. Devido à capacidade da doxiciclina ligar-se ao cálcio plasmático pode, se observar arritmias cardíacas. Ainda, em razão da ligação da doxiciclina com o cálcio, o uso prolongado pode ocasionar descoloração dos dentes.

Reprodução, gestação e lactação

Não administrar em fêmeas prenhes ou lactantes.

Superdosagem

Há uma ampla variedade de derivados tetracíclicos utilizados para uma variedade de infecções causadas por bactérias gram-negativas e gram-positivas, sendo a exposição relativamente comum. Em casos graves, por ingestão elevada ou hipersensibilidade ao medicamento pode se observar, além dos efeitos colaterais esperados quando da administração, erupções da pele e hiperpigmentação, disfunção renal com ureia elevada, dor de cabeça e aumento da pressão intracraneal, angioedema e anafilaxia.

Em caso de sobredosagem, interromper de imediato a medicação, tratar sintomaticamente e instituir medidas de suporte. A diálise não altera meia-vida no soro, e não seria de benefício no tratamento de casos de sobredosagem.

Intoxicação grave: RECOMENDA-SE QUE O MÉDICO VETERINÁRIO CONSULTE UM CENTRO TOXICOLÓGICO DE REFERÊNCIA NO PAÍS.

Administração e doses

Via(s)

Oral

Videos da(s) via(s)

Videos da(s) via(s)

Frequência de utilização

12 / 12 horas

Duração do tratamento

07 dias consecutivos, podendo estender-se por até 14 dias, a considerar o quadro infeccioso.

Doxinew 50 mg

10 kg

Cães

1 comprimido / animal

até 3 kg

Gatos

0,25 comprimido / animal

de 3 a 5 kg

Gatos

0,5 comprimido / animal

Doxinew 100 mg

20 kg

Cães

1 comprimido / animal

Doxinew 200 mg

40 kg

Cães

1 comprimido / animal

Modo de usar

A dosagem, duração e intervalo do tratamento poderão ser alteradas a critério do Médico Veterinário.

Interações medicamentosas

Esse produto não contém interações, pois não há referências sobre ou ainda não foi preenchida por nossa equipe técnica.

Farmacologia

Compatibilidade

A doxiciclina pode reagir com anticoagulantes, por diminuir a atividade da protrombina plasmática

Absorção pode ser prejudicada por outros medicamentos ou alimentos com presença relevante de cálcio ou magnésio, e preparações contendo ferro.

Barbitúricos, a carbamazepina, fenitoína diminuem a meia-vida da doxiciclina.

Não deve ser administrado simultaneamente com sais de ferro, barbitúricos, carbamazepina, penicilinas ou aminoglicosídeos em razão de reagir com estes e potencializar os efeitos diretos sobre o fígado dos animais.

Quando da apresentação de efeitos adversos, esses podem ser causados por ação tóxica, direta, do medicamento sobre o trato gastrintestinal do animal, especialmente sobre o fígado e rins.

Terapias prolongadas podem, também, proporcionar o desenvolvimento de bactérias e fungos não sensíveis ao princípio ativo.

Efeitos adversos

Podem ser observados vômitos, náuseas e diarreia, especialmente quando doses elevadas são administradas. Devido à capacidade da doxiciclina ligar-se ao cálcio plasmático pode, se observar arritmias cardíacas. Ainda, em razão da ligação da doxiciclina com o cálcio, o uso prolongado pode ocasionar descoloração dos dentes.

Reprodução, gestação e lactação

Não administrar em fêmeas prenhes ou lactantes.

Superdosagem

Há uma ampla variedade de derivados tetracíclicos utilizados para uma variedade de infecções causadas por bactérias gram-negativas e gram-positivas, sendo a exposição relativamente comum. Em casos graves, por ingestão elevada ou hipersensibilidade ao medicamento pode se observar, além dos efeitos colaterais esperados quando da administração, erupções da pele e hiperpigmentação, disfunção renal com ureia elevada, dor de cabeça e aumento da pressão intracraneal, angioedema e anafilaxia.

Em caso de sobredosagem, interromper de imediato a medicação, tratar sintomaticamente e instituir medidas de suporte. A diálise não altera meia-vida no soro, e não seria de benefício no tratamento de casos de sobredosagem.

Intoxicação grave: RECOMENDA-SE QUE O MÉDICO VETERINÁRIO CONSULTE UM CENTRO TOXICOLÓGICO DE REFERÊNCIA NO PAÍS.

Estudos

Não há nenhum estudo relacionado à este produto.

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do produto

Distribuidores

Este produto ainda não tem distribuidores

Referências bibliográficas

Este produto ainda não tem Referências/Literatura Recomendada.