Australian Cattle Dog

Nome da Raça

Australian Cattle Dog

Porte

Médio

Peso

Fêmeas: 13-22 kg. Machos: 13-22 kg

Altura na Cernelha

Fêmeas: 43-48 cm. Machos: 46-51 cm

Nível de atividade

Muito alta

Temperamento

Leal, corajoso e inteligente

Adestrabilidade

Muito alta

Introdução

Origem

O Australian Cattle Dog foi desenvolvido no início do estabelecimento da pecuária na Austrália, com o objetivo de auxiliar nas difíceis condições dessa atividade na região.

Os primeiros colonos tinham uma disponibilidade limitada de mão de obra, o que criou problemas no controle de seus rebanhos.

Por isso criadores de bovinos e ovinos perceberam a necessidade de utilizar cães que realizassem este duro trabalho para eles.

A maioria das propriedades não era cercada e a vegetação nativa ainda estava presente, diante disso eles necessitavam de um cão que fosse rústico, forte e mordedor, com grande energia e capaz de ir reunir e mover o gado selvagem nesse território.

As raças de cães de trabalho inicialmente importadas não possuíam esses requisitos.

Uma grande quantidade de pesquisa foi realizada para verificar a origem do Australian Cattle Dog, mas como os primeiros criadores mantiveram poucos registros oficiais, há certa divergência de opiniões quanto às raças utilizadas para desenvolver o a raça, contudo, é reconhecido que o resultado dos cruzamentos entre Collies de Pelo Curto merles e Dingos, cães nativos australianos, com uma posterior introdução do sangue de Dálmatas e Kelpies black and tan foram as principais formadores da raça pura que vemos hoje.

No final do século XIX, os criadores já possuíam um cão bem uniforme e então se concentraram na criação baseada principalmente na capacidade de trabalho.

Em 1903 o padrão do Australian Cattle Dog foi aprovado pelo Clube de cães boiadeiros e pastores da Australia e pelo Kennel Club de Nova Gales do Sul.

Nome original

Australian Cattle Dog

País de origem

Austrália

Características gerais

Aspectos raciais

A aparência geral do Australian Cattle Dog é de um cão de trabalho forte, compacto, simetricamente construído, com habilidade e desejo de cumprir as tarefas.

Sua combinação de substância, potência, equilíbrio e condicionamento muscular rígido deve lhe conferir a impressão de grande agilidade, força e resistência.

Possui um crânio largo, ligeiramente arqueado entre as orelhas, com um stop curto, mas definido.

O focinho é de comprimento médio, largo e poderoso, com maxilares bem desenvolvidos.

Para executar seu trabalho de tocar o gado por controle ou mordendo é importante que o cão possua dentes fortes e sadios, com mordedura em tesoura.

Suas bochechas são musculosas, mas não proeminentes.

Os olhos devem possuir um tamanho médio, de forma ovalada expressando vigilância e inteligência.

A cor dos olhos deve ser marrom escura.

As orelhas devem ser de tamanho médio, mais largas na base, portadas eretas e moderadamente pontudas.

São inseridas bem afastadas no crânio, inclinadas para fora, possuindo uma textura grossa e a face interna muito bem revestida por pelos.

O pescoço é extremamente forte e musculoso, também de tamanho mediano, engrossa ao articula-se com o tronco, que possui um peito profundo, musculoso e moderadamente largo, com costelas bem arqueadas, mas não em barril.

A cauda é moderadamente baixa, com uma boa pelagem em pincel. Seu comprimento atinge aproximadamente os jarretes.

Em descanso, deve ser portada pendente numa curva bem suave.

Durante o movimento ou em excitação, a cauda pode ser levantada.

Os membros são amplos com ossos e musculatura fortes.

As patas são arredondadas e os dedos e unhas curtos, resistentes com coxins profundos e vigorosos.

A pelagem do Australlian Cattle Dog é lisa e dupla, com um subpelo curto e denso.

A pelagem de cobertura é fechada, os pelos são retos, duros e assentados, sendo resistentes à chuva.

Sob o corpo, até a parte de trás dos membros a pelagem é mais longa, e próximo à coxa forma suaves franjas.

Na cabeça, incluindo a face interna das orelhas, até a face anterior dos membros e das patas, o pelo é curto.

Ao longo do pescoço, é mais longo e mais grosso.

Existem dois tipos de coloração de pelagem, o azul mosqueado conhecido popularmente como “blue heeler”, e o ruivo salpicado conhecido como “red heeler”. O Azul mosqueado deve ser azul, azul mosqueado propriamente dito ou azul salpicado.

São permitidas marcas pretas, azuis ou castanhas na cabeça, preferencialmente distribuídas de maneira uniforme.

O ruivo salpicado deve ser uniforme por todo corpo, incluído subpelo, podendo ou não ter machas vermelhas mais escuras na cabeça.

Pelo

Semi-longo

Comportamento e cuidados

Comportamento e cuidados

A lealdade e o instinto de proteção do Australian Cattle Dog o tornam um cão ideal para a guarda do fazendeiro, do rebanho e da propriedade, pois apesar de calmo é desconfiado com estranhos.

É extremamente inteligente, fiel, atento, corajoso, equilibrado, obediente e confiável.

O Australian Cattle Dog possui um extraordinário gosto pelo trabalho, sendo um dos melhores cães para lidar com o gado, como o seu próprio nome diz, tanto em áreas abertas quanto em áreas confinadas.

Justamente por ter sido criado para o trabalho o Australian Cattle Dog precisa de muita atividade física e mental para ser um cão saudável.

Além de um amplo espaço e caminhadas diárias, necessita também de desafios intelectuais como forma de executar algum trabalho para extravasar energia.

O agility é uma atividade muito recomendada para esta raça.

Por ser um cão de origem rústica, não necessita de cuidados especiais, sendo recomendadas escovações esporádicas da pelagem.

Sensibilidade a fármacos

Não relatada

Predisposição à doenças

Neurológicas

Surdez Congênita

  • Sinais vistos desde o nascimento

Oftálmicas

Catarata

  • Herança genética suspeita

Luxação da lente

  • Relatado em cães de meia-idade

Atrofia progressiva generalizada da retina

  • É sugerida uma herança autossômica recessiva
  • Evidente clinicamente aos 2-4 anos de idade

Renais e urinárias

Urolitíase por cistina

  • A cistinúria resulta de um defeito hereditário no transporte tubular renal de cistina
  • Maior incidência relatada nesta raça
  • A média de idade no diagnóstico é de 1-8 anos
  • Machos mais predispostos

Referências bibliográficas

CONFEDERAÇÃO Brasileira de Cinofilia. Padrão Oficial da Raça: Australian Cattle Dog. 05 dez. 2012. Disponível em: https://www.cbkc.org/padroes/pdf/grupo1/australiancattledog.pdf. Acesso em: 08 fev. 2017.

ACD Breed History. Disponível em: http://www.acdca.org/index.php/breed-information/breed-history. Acesso em: 08 fev. 2017.

AUSTRALIAN CATTLE DOG. Disponível em: http://www.akc.org/dog-breeds/australian-cattle-dog/. Acesso em: 08 fev. 2017.

GUIA de Raças. Australian Cattle Dog. Disponível em: http://www.cachorrogato.com.br/racas-caes/border-collie/ Acesso em: 08 fev. 2017.

The Australian Cattle Dog. Disponível em: http://www.australiancattledog.com.au/. Acesso em: 08 fev. 2017.

TUDO sobre Cachorros. Australian Cattle Dog (Boiadeiro Australiano). Disponível em: http://tudosobrecachorros.com.br/2012/09/australian-cattle-dog-boiadeiro-australiano.html. Acesso em: 08 fev. 2017.

MONOBE, Marina Mitie de Souza. Diagnóstico Molecular da Alteração Mutagênica MDR1 nt 230 (del4) no Gene MDR1 em Cães. Disponível em: http://tudosobrecachorros.com.br/2012/09/australian-cattle-dog-boiadeiro-australiano.html. Acesso em: 08 fev. 2017.

GOUGH, Alex; THOMAS, Alison. Breed Predispositions to Disease in Dogs and Cats. 1. Oxford: Blackwell Publishing Ltd, 2004.

Imagem: http://justusdogs.com.au/wp-content/uploads/2013/06/Australian_Cattle_Dog.jpg.