American Curl

Nome da Raça

American Curl

Peso

3 – 5 kg

Altura

20 – 25 cm

Temperamento

Curioso, inteligente, ativo, afetuoso, brincalhão

Introdução

Origem

O primeiro animal portador da mutação curl foi uma gata de rua chamada Shulamith, adotada em 1981 por um casal de norte-americanos de Lakewood, na Califórnia. Em dezembro do mesmo ano, esta gata teve uma ninhada de quatro gatinhos, dos quais dois tinham as orelhas curvadas.

Somente em 1982, uma criadora, Nancy Kiester, descobrindo a originalidade da descendência de Shulamith, decidiu fixar e selecionar esta característica curvada das orelhas, tendo em vista criar uma nova raça.

Em 1985, o American Curl, com um padrão já estabelecido, foi reconhecido pela associação The International Cat Association e, depois, em 1986, pela CFA. Em 1988, alguns exemplares foram importados para a França e a primeira ninhada francesa nasceu em junho de 1989.

A primeira American Curl (Shulamith) possuía pelame longo, portanto este padrão ainda se perpetua, dependendo do criador. A versão em pelo curto se assentou algum tempo depois e possui basicamente as mesmas características da versão em pelo longo.

Outra designação

Curl Americano (português)

País de origem

Estados Unidos

Características gerais

Aspectos raciais

O American Curl é um gato cuja raça é caracterizada pelo formato das orelhas. Implantadas no alto, elas possuem um pavilhão encurvado na direção do topo da cabeça. A cartilagem auricular é firme e distinguem-se três graus de curvatura: leve, média e forte, em meia-lua, que é a mais procurada.

A entrada dos pavilhões é oculta por um tufo abundante de elos e encontram-se pçumas nas extremidades. Após o nascimento, todos os filhotes Curl possuem orelhas retas, mas, em 50% deles, a característica curvada começa a tomar forma em apenas alguns dias, atingindo o arco total com três a quatro meses de idade.

A morfologia do American Curl está no meio caminho entre média a longilínea. O corpo, elegante, é prolongado por uma cauda do mesmo comprimento. A cabeça apresenta uma forma ligeiramente triangular, com um focinho reto. Os olhos, de tamanho médio, são ovais, e possuem diversas variações de coloração.

A pelagem pode ser curta, semilonga ou longa – a cauda, neste último caso, forma um magnífico penacho. O subpelo é escasso e as variações de coloração de pelame inclui apresentações diversas como colourpoint (pelagem do tipo siamês), cores uniformes, bicolores, com padrões listrado e tartaruga.

Pelagem

Curto ou semilongo

Comportamento e cuidados

Comportamento e cuidados

O American Curl é um gato muito afetuoso, adora brincar, mesmo quando atinge a idade mais avançada. Como qualquer outro gato, possui a necessidade de se exercitar diariamente e, para isto, se faz necessário a implementação de enriquecimento ambiental no ambiente como prateleiras, arranhadores e brinquedos interativos.

É um gato sociável e possui boa relação com crianças e outros animais. Sua alta inteligência é uma de suas principais características e deve ser estimulada através do ensinamento de truques e brinquedos interativos.

A escovação do American Curl deve ser semanal para manter o pelame brilhante e saudável. Os exemplares de pelame longo devem ser escovados pelo menos duas vezes na semana para evitar o aparecimento de nós.

Já a escovação dentária deve ser começada desde a infância e ser feita durante toda a vida adulta no mínimo duas vezes na semana para prevenir doenças periodontais.

O interior das orelhas deve ser checado semanalmente em busca de sinais de infecção como vermelhidão, mau cheiro e secreção. As orelhas devem ser limpas, sempre de acordo com orientações do médico veterinário responsável, apenas se apresentarem excesso de cera ou sujeira.

Sensibilidade a fármacos

Quando submetidos à administração de alguns fármacos, os felinos apresentam diferentes respostas daquelas manifestadas pelos cães.

Em gatos, a intoxicação pelo uso de substâncias como o paracetamol, ácido acetilsalicílico e dipirona se faz bastante frequente na rotina médico-veterinária, podendo, muitas vezes, levar o animal a óbito e isto ocorre devido às particularidades dos mecanismos de metabolização farmacológica da espécie.

Gatos apresentam uma deficiência relativa na atividade de algumas enzimas, como a glicuronil-transferase, responsável por catalisar as reações de conjugação mais importantes no metabolismo de fármacos dos mamíferos.

Além disso, estes animais são muito suscetíveis ao desenvolvimento de metahemoglobinemia e à formação de corpúsculos de Heinz após a administração de alguns fármacos, por possuírem um número maior de grupos sulfidril nas hemácias, quando comparado com cães e humanos.

Desta forma, é fundamental que o médico veterinário esteja atento a essas peculiaridades metabólicas dos gatos para melhor atender e informar seus clientes quanto ao risco da administração de certas substâncias.

Predisposição à doenças

Infecção auricular: As orelhas curvadas do American Curl podem tornar o ato de higienização das orelhas pelo animal um tanto dificultoso, predispondo a infecções nas mesmas. Portanto, os tutores podem precisar, eventualmente, remover o excesso de cera acumulada, com o intuito de ajudar a prevenir desconforto e infecções.

Atrofia retiniana progressiva: É o termo utilizado para descrever um grupo de desordens genéticas que resultam na degeneração e atrofia da retina. Isto pode levar a um declínio progressivo da qualidade da visão e, algumas vezes, levar à cegueira. Foi descrita em alguns gatos da raça American Curl.

Referências bibliográficas

The Cat Encyclopedia: The Definitive Visual Guide. Editora: Penguim Random House, 2014.

Enciclopédia Larousse do Gato e do Gatinho. Editora: Larousse, 2010.

International Cat Care. American Curl. Disponível em: https://icatcare.org/advice/cat-breeds/american-curl

Vet Street. American Curl. Disponível em: http://www.vetstreet.com/cats/american-curl

Imagem disponível em: http://www.vetstreet.com/cats/american-curl