Sphynx

Nome da Raça

Sphynx

Peso

3,5 – 6,5 kg

Altura

30 – 35 cm

Temperamento

Carinhoso, calmo, inteligente, curioso, brincalhão

Introdução

Origem

Provavelmente o mais conhecido dos gatos sem pelo, o Sphynx é originário do Canadá, e foi assim chamado provavelmente pelo fato de sua aparência lembrar a mítica escultura egípcia da Esfinge.

A falta de pelo resulta de mutação natural, e o interesse no seu desenvolvimento data de 1966, quando um gatinho sem pelo nasceu em uma “fazenda de criação de gatos de pelo curto”, em Ontário. Este gatinho, junto com outros sem pelo que apareceram na década seguinte, foi utilizado para fundar a raça.

Outra designação

Gato pelado

País de origem

Canadá

Características gerais

Aspectos raciais

Seu corpo é de comprimento médio, os membros anteriores são com frequência arqueados e o ventre saliente, bem arredondada. Possui coxins espessos nas patas. Possui cabeça triangular, com um crânio chato, um stop marcado, orelhas grandes, largas na base e bem eretas.

Suas bochechas são proeminentes, possui pescoço levemente arqueado e almofadas dos bigodes bem pronunciadas, mas sem bigodes. A pele é enrugada em volta da cabeça, pescoço e base da cauda, que é do tipo “chicote”, ou seja, termina em ponta fina.

O Sphynx, na verdade, não possui uma ausência total de pelame, ou seja, na maior parte do corpo existe uma fina penugem. Os pelos são muito curtos e macios, mas apenas na extremidade das orelhas, do nariz, dos pés, da cauda e dos testículos do macho. Bigodes e cílios são praticamente inexistentes.

A maior parte dos Sphynx é bicolor, mas todas as cores, tons e padrões são aceitas.

Pelagem

Curto

Comportamento e cuidados

Comportamento e cuidados

Tão travesso quando afetuoso, o Sphynx, de convivência muito agradável, tem uma sensibilidade extraordinária. Este gato sentimental é muito apegado ao dono e também muito sociável com crianças e outros animais.

Como todo gato, é muito curioso e inteligente, além do mais gosta muito de brincar, por isso deve ser estimulado fisica e mentalmente diariamente através de brinquedos interativos, enriquecimento ambiental e interação com o proprietário.

É um animal que deve ser mantido dentro de casa e protegido de temperaturas extremas, através de uso de roupinhas no inverno e aquecedores ambientais, além de protetor solar durante o verão. A ausência de pelagem normal implica na necessidade de higienização regular com lenços umedecidos para eliminar o excesso de óleo no corpo, que se acumula devido a ausência de pelame.

O restante trata-se do manejo básico para qualquer gato, que inclui escovação dentária semanal, idas periódicas ao veterinário e alimentação de boa qualidade.

Sensibilidade a fármacos

Quando submetidos à administração de alguns fármacos, os felinos apresentam diferentes respostas daquelas manifestadas pelos cães.

Em gatos, a intoxicação pelo uso de substâncias como o paracetamol, ácido acetilsalicílico e dipirona se faz bastante frequente na rotina médico-veterinária, podendo, muitas vezes, levar o animal a óbito e isto ocorre devido às particularidades dos mecanismos de metabolização farmacológica da espécie.

Gatos apresentam uma deficiência relativa na atividade de algumas enzimas, como a glicuronil-transferase, responsável por catalisar as reações de conjugação mais importantes no metabolismo de fármacos dos mamíferos.

Além disso, estes animais são muito suscetíveis ao desenvolvimento de metahemoglobinemia e à formação de corpúsculos de Heinz após a administração de alguns fármacos, por possuírem um número maior de grupos sulfidril nas hemácias, quando comparado com cães e humanos.

Desta forma, é fundamental que o médico veterinário esteja atento a essas peculiaridades metabólicas dos gatos para melhor atender e informar seus clientes quanto ao risco da administração de certas substâncias.

Predisposição à doenças

Cardiomiopatia hipertrófica: O Sphynx é um animal predisposto a desenvolver cardiomiopatia hipertrófica (CMH), a doença cardíaca mais comum dos gatos.

Esta condição causa um espessamento (hipertrofia) do músculo cardíaco, o que resulta no volume reduzido de sangue dentro dos ventrículos, reduzindo assim o volume de sangue que o coração bombeará para a circulação sistêmica.

A CMH pode gerar falência cardíaca, tromboembolismo arterial sistêmico e é uma causa de morte súbita em gatos. Um ecocardiograma pode confirmar se o gato a possui. Machos e fêmeas são igualmente acometidos.

Displasia coxofemoral: É uma anormalidade no desenvolvimento da articulação do quadril, que envolve o acetábulo e a cabeça do fêmur. Se esta articulação não está bem formada e fixada, pode-se desenvolver uma frouxidão e um movimento anormal da mesma, o que com o passar do tempo, gerará uma osteoartrite, que é um processo muito doloroso.

Esta condição é reconhecida em algumas raças de gatos e em gatos sem raça definida, e foi descrita certa prevalência em gatos Sphynx, sugerindo-se ser uma raça predisposta.

Outras doenças associadas ao Sphynx: displasia da valva mitral, colonização dérmica por Malassezia, miopatia hereditária dos gatos Sphynx e Devon Rex, urolitíase por cálculo de urato, tritricomoníase, hiperplasia endometrial cística e piometra.

Gatos possuem pelagem por importantes razões – esta promove proteção térmica, proteção física e ajuda na comunicação entre gatos. Submeter um gato a ausência de pelame pode trazer inúmeros efeitos deletérios ao animal, desde alterações comportamentais, como lesões em pele devido à exposição contínua da mesma à estímulos tóxicos do ambiente, além de radiação solar.

O acúmulo de oleosidade na pele desta raça também é uma consequência da ausência de pelagem.

Referências bibliográficas

GOUGH, A.; THOMAS, A.; O’NEILL, D. Breed Predispositions to Disease in Dogs and Cats. 3º Ed. Oxford: Wiley-Blackwell, 2018. p. 254-255

The Cat Encyclopedia: The Definitive Visual Guide. Editora: Penguim Random House / DK, 2014.

Enciclopédia Larousse do Gato e do Gatinho. Editora: Larousse, 2010.

International Cat Care. Cat Breeds. Sphynx. Disponível em: https://icatcare.org/advice/cat-breeds/sphynx. Acesso em: 01 fev. 2018

Vet Street. Cat Breeds. Sphynx. Disponível em: http://www.vetstreet.com/cats/sphynx. Acesso em: 01 fev. 2018

Imagem disponível em: http://www.vetstreet.com/cats/sphynx