Basset Fulvo da Bretanha

Nome da Raça

Basset Fulvo da Bretanha

Porte

Médio

Peso

Fêmeas: 32-38 cm Machos: 32-38 cm

Altura na Cernelha

Fêmeas: 32-38 cm Machos: 32-38 cm

Nível de atividade

Moderada

Temperamento

Inteligente, amigável e corajoso

Adestrabilidade

Moderada

Introdução

Origem

O Basset Fauvre de Bretagne é o menor dos dois cães que vieram da região da França em 1800. O padrão racial foi alcançado cruzando a versão maior, o Griffon Fauve de Bretagne e os hounds de pernas baixas da região da Vendéia e originalmente foram usados para caça de pequenos animais.

As versões anteriores da raça provavelmente se pareciam mais com terriers do que o que conhecemos hoje. Além de sua pátria, os BFB são agora populares na Grã-Bretanha e são reconhecidos pelo Kennel Club.

Nome original

Tawny Brittany Basset, BFB

País de origem

França

Características gerais

Aspectos raciais

O Basset Fulvo da Bretanha é um cão pequeno, troncudo, vivaz, e rápido para seu tamanho. Ele é dotado de uma notável energia associada a uma excelente rusticidade.

Na região craniana, seu crânio é bastante alongado com a protuberância occipital marcada. Visto de frente, o crânio tem a forma de um arco achatado e diminui sua largura na direção do occipital para as arcadas superciliares, que não são muito proeminentes. 

Na região facial, a trufa é preta ou marrom escura. Narinas bem abertas. Focinho de preferência mais afilado que quadrado. Lábios cobrindo bem o maxilar inferior, mas sem excessos. Os bigodes são pouco abundantes.

Os maxilares e os dentes são fortes, com uma mordedura em tesoura, perfeita e regular. Os incisivos superiores cobrem os inferiores em contato estreito. A inserção dos incisivos é perpendicular em relação aos maxilares.

Ausência dos PM1 (primeiros pré-molares) não deve ser penalizada. Olhos nem proeminentes nem de inserção profunda. De cor marrom escura. A conjuntiva não deve ser aparente. A expressão é vivaz. Orelhas finamente inseridas em linha com os olhos, apenas alcançando a ponta da trufa, quando puxada para a frente.

Terminadas em ponta, viradas para dentro e coberta com pelos mais curtos e finos que no resto do corpo. O pescoço é bastante curto e musculoso. 

No tronco, o dorso é curto para um Basset e largo. Nunca selado. Lombo largo e musculoso. Peito alto e largo. Costelas bastante redondas. Abdômen com a linha inferior tem ligeira elevação em direção ao posterior.

A cauda é portada ligeiramente em foice, de comprimento médio, grossa em sua base, frequentemente coberta com pelos espetados e afilada em direção à ponta. Em ação, a cauda é portada acima da linha do dorso e descreve movimentos laterais regulares.

Os membros anteriores, visto em conjunto tem boa ossatura. Ombros oblíquos e bem inseridos no tórax. Cotovelos inseridos nos eixos do corpo. Antebraços verticais ou ligeiramente curvados para dentro (o que não é buscado na criação). Metacarpos vistos de perfil, ligeiramente oblíquos. Vistos de frente, inseridos nos eixos do corpo ou ligeiramente desviados para dentro (o que não é buscado na criação). 

Os membros posteriores são bem musculosos. Os membros são regulares. Visto por trás, os posteriores são paralelos, nem abertos nem fechados. Coxas longas e musculosas. Jarretes descidos e moderadamente angulados. Metatarsos verticais. Patas compactas, com os dedos juntos, arqueados e com unhas fortes. As almofadas plantares são duras.

A movimentação flexível e regular, jamais saltitante. A pele é bastante grossa e flexível. Ausência de barbelas. O pelo é muito duro, seco, bastante curto, nunca lanoso ou encaracolado. A face não deve ser muito emaranhada.

A cor da raça é fulvo, desde o trigo dourado até o vermelho tijolo. Alguns pelos escuros dispersos ao nível do dorso e nas orelhas são tolerados. As vezes apresenta uma pequena estrela branca no peito, mas não é objetivo de busca na criação.

Pelo

Semi-longo

Comportamento e cuidados

Comportamento e cuidados

São cachorros alegres, inteligentes, amigáveis, corajosos e muito ativos. Esta raça se dá bem com crianças e outros animais domésticos. São protetores, portanto anunciarão estranhos na porta. Ficam infelizes e desenvolvem alterações comportamentais caso sejam mantidos confinados em espaços muito pequenos, sem estímulos físicos e mentais. 

Para o seu tamanho, esta raça precisa realizar um nível de exercício razoável. Eles adoram brincar e tem uma paixão pela caça, por isto deve-se tomar cuidado quando colocados em contato com animais menores como roedores e gatos. 

São cães fáceis de manter, só precisam ser penteados regularmente para evitar a formação de nós e para retirada de pelame morto. Seu pelos nunca devem ser cortados ou tosados, mas o excesso de pelos ao redor de suas orelhas devem ser removidos para evitar acúmulo de sujeira e formação de nós. 

Sensibilidade a fármacos

Não foram encontrados em literatura relatos de sensibilidade à fármacos específicos relacionados à raça em questão.

Predisposição à doenças

Não foram encontrados em literatura relatos de predisposição à doenças específicas relacionados à raça em questão.

Referências bibliográficas

CBKC Confederação Brasileira de Cinofilia. Padrão Oficial da Raça: Basset Fulvo da Bretanha. Disponível em: http://cbkc.org/racas. Acesso em: 15 fev. 2018. 

FOGLE, B. Guia Ilustrado Zahar Cães. 2 ed. Rio de Janeiro: Zahar, 2009. 344 p.

GOUGH, A.; THOMAS, A. Breed Predispositions to Disease in Dogs and Cats. 3º Ed. Oxford: Wiley-Blackwell, 2018. 398 p.

Nestlé Purina Australia. Dog Breeds. Basset Fauvre de Bretagne. Disponível em: http://www.purina.com.au/owning-a-dog/dog-breeds/BassetFauvreDeBretagne. Acesso em: 10 fev. 2018

Pet guide. Breeds. Dog Breeds. Basset Fauvre de Bretagne. Disponível em: http://www.petguide.com/breeds/dogs/bassetfauvredebretagne. Acesso em: 10 fev. 2018

Vet Street. Dog Breeds. Basset Fauvre de Bretagne. Disponível em: http://www.vetstreet.com/dogs/basset-fauvre-de-bretagne. Acesso em: 10 fev. 2018

Imagem disponível em: http://bib.ge/dogs/big/1311.jpg