Setter Irlandês Ruivo

Nome da Raça

Setter Irlandês Ruivo

Porte

Grande

Peso

Fêmeas: 25 a 27 kg. Machos: 25 a 30 kg

Altura na Cernelha

Fêmeas: 55 cm a 62 cm. Machos: 58 cm a 67 cm

Nível de atividade

Alta

Temperamento

Ativo, Vivo, Afetivo, Leal, Inteligente

Adestrabilidade

Alta

Introdução

Origem

O Setter Irlandês Ruivo, também conhecido como Setter Irlandês Vermelho, foi desenvolvido na Irlanda para se tornar um cão de caça. A raça deriva do Setter Irlandês Vermelho e Branco e de um cão desconhecido de cor vermelho sólido.

Os primeiros canis de Setter Irlandês Vermelho apareceram por volta de 1800 e em poucos anos ganharam reputação graças a sua cor mogno rico. Era utilizado para capturar aves.

Esta raça chegou a América em meados de 1800 e provou ser igualmente eficiente na caça de aves americanas.

O Clube do Setter Irlandês Vermelho foi fundado em 1882 para promover a raça e em 1886 emitiu um padrão da raça. Já em 1998, o Clube publicou o estilo de trabalho para a raça. O padrão e o estilo de trabalho descrevem a forma física e a habilidade de raça para o trabalho.

Com o passar dos anos, a raça aumentou sua popularidade principalmente como um cão de exposição, e mais tarde como animal de estimação. 

Nome original

Irish Red Setter

País de origem

Irlanda

Características gerais

Aspectos raciais

Sua aparência geral é de um cão vigoroso, atlético, cheio de qualidades e expressão gentil, sendo balanceado e em proporção.

Sua cabeça é longa e seca e não grosseira no nível das orelhas. Possui focinho e crânio de igual comprimento e em linhas paralelas. Apresenta stop bem definido. A trufa é mogno escuro, avelã escura ou preta e as narinas são largas. O focinho é moderadamente profundo e razoavelmente quadrado na ponta da trufa. Do stop à ponta da trufa, apresenta-se longo. 

Os lábios não são pendentes, apresentam mordedura em tesoura.

Seus olhos são avelãs ou marrons escuros, não muito grandes e as orelhas têm tamanho médio, de textura fina, inseridas baixas e bem atrás, pendentes em uma dobra nítida próxima à cabeça.

O pescoço é moderadamente longo, bem musculoso, não muito espesso, ligeiramente arqueado, sem tendência a barbelas. O tronco é proporcional ao tamanho do cão.

A cauda possui comprimento moderado, proporcional ao tamanho do cão, inserida bastante baixa, forte na raiz, afinando para a ponta. Portada em nível com o dorso ou abaixo dele. Os membros anteriores são retos e musculosos de boa ossatura e os posteriores são largos e poderosos. As patas são pequenas, muito firmes, dedos fortes, arqueados e bem fechados.

Possui movimentação livre, fluente com propulsão, cabeça portada alta. 

Na cabeça, na frente das pernas e na base das orelhas, o pelo é curto e fino; nas outras partes do tronco e membros de comprimento médio, apresenta-se plano e sem possibilidade de ser ondulado ou crespo.

As franjas na parte superior das orelhas são longas e sedosas; na parte traseira das pernas anteriores e posteriores os pelos são longos e finos; o ventre é bem franjado, formando franjas que podem se estender até o peito e a garganta.

As patas são bem franjadas entre os dedos e a cauda tem franjas moderadamente longas, diminuindo de comprimento quando se aproximas da ponta. Todas as franjas são retas e planas.

Cor: Rico castanho sem traço de preto; branco no peito, garganta e dedos.

Comportamento e cuidados

Comportamento e cuidados

O Setter Irlandês Ruivo é uma raça ativa, dócil, amigável, portanto é bastante indicada como cão de família, principalmente por seu bom relacionamento com crianças e outros animais.

É um animal ágil, veloz, resistente e com olfato extraordinário, com irreprimível necessidade de encontrar-se em espaços abertos.

Por ser uma raça bastante ativa, não se adapta bem dentro de casa e são necessários exercícios longos e diários. Caso isso não seja respeitado, o animal pode tornar-se entediado e adotar um comportamento destrutivo.

É recomendado realizar escovações semanais de sua pelagem para evitar formação de nós nos pelos.

Predisposição à doenças

Congênitas

Deficiência de adesão leucocitária 

Lipofuscinose neuronal ceroide 

Megaesôfago

Lissencefalia

Persistência do quarto arco aórtico esquerdo

Dermatológicas

Malasseziose

Endócrinas

Hipotireoidismo

Gastrointestinais

Gastroenteropatias

Hipersensibilidade ao glúten (gastrointestinal)

Hematológicas e imunológicas

Anemia hemolítica imunomediada

Musculoesqueléticas

Espondilose deformante

Neoplásicas

Melanoma

Mesotelioma (raro)

Insulinoma (raro)

Neurológicas

Malformação cerebelar

Lissencefalia (raro)

Abiotrofia cortical cerebelar

Epilepsia Idiopática

Lesão do nervo facial

Esfingolipidose

  • doença do armazenamento lipossomal

Oftálmicas

Atrofia progressiva da retina

Renais e urinárias

Incontinência Urinária

Respiratórias e pneumológicas

Paralisia da laringe adquirida

Referências bibliográficas

Padrão Oficial da Raça Setter Irlandês Vermelho. CBKC, abril, 2001. Disponível em: < http://cbkc.org/application/views/docs/padroes/padrao-raca_157.pdf>

Federation Cynologique Internatiole. Disponível em: <http://www.fci.be/en/>

JERICÓ, Márcia Marques; ANDRADE NETO, João Pedro de; KOGIKA, Márcia Mery. Tratado de Medicina Interna de Cães e Gatos. 1. ed. Rio de Janeiro: Roca, 2015.

Setter Irlandês Vermelho. Guia de Raças. Disponível em: < http://www.guiaderacas.com.br/setterirlandes.shtml>

Setter Irlandês Vermelho. Guia de Bichos. Disponível em: <http://canaldopet.ig.com.br/guia-bichos/cachorros/setter-irlandes-ruivo/57a23d505ac14f092055b2e6.html>

Setter Irlandês. Disponível em: <http://tudosobrecachorros.com.br/setter-irlandes/>

Imagem: Disponível em: <http://www.solbrilhando.com.br/Animais/Caes/Racas/Ordem_Alfabetica/S/Setter_Irlandes/Setter_Irlandes.htm>