Spitz Finlandês

Nome da Raça

Spitz Finlandês

Porte

Médio

Peso

Fêmeas: 9 a 13 kg. Machos: 11 a 15 kg

Altura na Cernelha

Fêmeas: 39 a 45 cm. Machos: 44 a 50 cm

Nível de atividade

Média / Alta

Temperamento

Ativo, vivaz, amigável e determinado

Adestrabilidade

Alta

Introdução

Origem

Nativo da Finlândia, o Spitz Finlandês, também conhecido com Finnish Spitz ou Suomenpystykorva, foi nomeado como cão nacional deste país desde 1979. Descende do cão das zonas úmidas, o primeiro cão que conviveu com o homem nos povoados lacustres da Europa Pré-Histórica.

Já era utilizado há centenas de anos atrás para todos os tipos de caça por toda a Finlândia. Originalmente, o objetivo principal era desenvolver um cão que pudesse latir bem para a caça no alto das árvores e que também fosse bonito.

O primeiro documento que descrevia os atributos da raça Spitz Finlandês surgiu no século XIX, tendo como autor Hugo Richard Sandberg. Em 1892, a raça foi conhecida como oficial pelo Kennel Club finlandês.

Excelente caçador de perdizes em seu país de origem, também é um magnífico cão de guarda e de companhia.

Nome original

Suomenpystykorva

País de origem

Finlândia

Características gerais

Aspectos raciais

Sua aparência geral é de um cão menor do que o tamanho médio, quase quadrado. Possui conformação magra, firme e com capacidade de suportar seu corpo com desenvoltura. Sua expectativa de vida é de 13 a 15 anos.

Visto de frente e de perfil o crânio é levemente convexo. Apresenta stop não muito pronunciado. Sua trufa é consideravelmente pequena e negra. Visto de cima ou de perfil, o focinho é uniformemente afilado, bem estreito e não carnudo. 

Os lábios são justos, consideravelmente finos e bem aderidos. A mordedura em tesoura é bem ajustada. Possui olhos de tamanho médio, formado amendoado, ligeiramente oblíquos e preferencialmente escuros. A expressão é vivaz e alerta. Suas orelhas têm implantação alta e estão sempre portadas eretas. De tamanho pequeno, pontudas, muito móveis e cobertas com pelos finos.

O pescoço é musculoso, aparentando ser mais curto nos machos devido à sua gola espessa; é de tamanho médio nas fêmeas. Apresenta dorso e lombo curtos e musculosos. A cauda é curvada para frente desde sua inserção, ao longo do dorso, colocando-se junto à coxa, a ponta da cauda alcança o meio da coxa. Quando esticada, alcança aproximadamente o nível do jarrete.

Os membros anteriores, vistos de frente, são retos e paralelos. Os posteriores são fortes, vistos por trás são retos e paralelos. Ambos possuem ossos de moderada robustez. As patas são arredondadas, como patas de gato. Dedos juntos e bem arqueados. Almofadas elásticas, sempre pretas, e as laterais cobertas com densos pelos.

Faz com facilidade a troca do trote ao galope, que é o seu estilo mais natural de movimentação. Quando perseguindo a caça, pode promover rapidamente um galope explosivo e rápido.

Apresenta pele aderida como um todo e sem rugas. O pelo é moderadamente longo no corpo, semi-ereto ou ereto, mais rígido no pescoço, ombros e no dorso. O pelo mais rígido nos ombros, especialmente nos machos, é notoriamente mais longo e mais áspero. O subpelo é curto, macio, denso e de cor mais clara.

Cor: O pelo no dorso é vermelho vivo ou vermelho dourado, preferencialmente uma cor brilhante. Uma tonalidade mais clara é observada no interior as orelhas, nas bochechas, garganta e peito, abdômen, parte interna das pernas, parte posterior das coxas e na cauda. Uma pequena mancha branca no peito e marcações brancas nas patas são permitidas.

Comportamento e cuidados

Comportamento e cuidados

O Spaniel Finlandês é um cão amigável e leal à família, sendo considerado excelente cão de guarda. Na presença de estranhos, normalmente é reservado.

A cor de sua pelagem, a forma de sua cauda e a sua grande astúcia fazem lembrar uma raposa, ainda que ele não tenha nenhum parentesco com esta.

Pode ser criado próximo de crianças, pois se mostra carinhoso e amável com elas. Bastante extrovertido, gosta de estar junto de sua família, embora seja um cão independente.

Por ser um cão que teve em seu desenvolvimento a função de latir, ele pode fazer barulho em demasiado, o que pode vir a incomodar a vizinhança. Desta forma, recomenda-se que seja treinado desde filhote para se tornar um animal equilibrado. É preciso ter paciência no momento de educá-lo, pois a sua personalidade determinada e cheia de vontade própria pode acabar dificultando os treinamentos com foco na obediência.

Por ser um animal ativo, é ideal que tenha um quintal onde possa correr e que sejam praticados exercícios físicos regularmente. Segue bem o ritmo de corridas com o proprietário.

Por se tratar de um cão limpo, os banhos são recomendados com pouca frequência. Seus pelos devem ser escovados regularmente. Seus ouvidos devem ser observados e limpos de maneira periódica.

Predisposição à doenças

Endócrinas

Diabetes Mellitus

  • predisposição em fêmeas

Gastrointestinais

Atresia Anal

  • predisposição em fêmeas
  • sintomas observados no desmame

Neurológicas

Epilepsia Idiopática

  • predisposição em machos
  • início, em média, aos 3 anos de idade

Oftálmicas

Catarata

Referências bibliográficas

Padrão Oficial da Raça Spitz Finlandês. CBKC. Disponível em: < http://cbkc.org/application/views/docs/padroes/padrao-raca_123.pdf>

Finnish Spitz. UKC. Disponível em: < https://www.ukcdogs.com/finnish-spitz>

Ficha do Spitz Finlandês. CachorroGato. Disponível em: <http://www.cachorrogato.com.br/racas-caes/spitz-finlandes/>

Spitz Finlandês: Tudo que você precisa saber sobre esta raça. Mundo Animal. Disponível em: < http://mundoanimal.net.br/spitz-finlandes/>

Finnish Spitz. AKC. Disponível em: < http://www.akc.org/dog-breeds/finnish-spitz/>

Spitz Finlandês. Raças de Cachorros. Disponível em: < https://www.racasdecachorro.com.br/spitz-finlandes>

THOMAS, A.; O’NEILL, D.; GOUGH, A. Breed Predispositions to Disease in Dogs. Jonh Wiley & Sons Ltd. 3 ed. 2018. 

Federation Cynologique Internationale. Disponível em: <http://www.fci.be/en/>

Imagem: Disponível em: < https://www.mtv.fi/lifestyle/koti/artikkeli/kansallisaarre-vaarassa-suomenpystykorvakanta-pienentynyt-riskirajoille/5544866#gs.KgJxWqQ>