Terrier Australiano

Nome da Raça

Terrier Australiano

Porte

Pequeno

Peso

Machos: 6,5 kg. Fêmeas: ligeiramente mais leves que os machos

Altura na Cernelha

Machos: 25 cm. Fêmeas: ligeiramente menores que os machos

Nível de atividade

Alta

Temperamento

Alerta, corajoso, amigável e leal

Adestrabilidade

Média

Introdução

Origem

O Terrier Australiano (Australian Terrier ou Aussie) é uma das poucas raças no grupo dos Terriers desenvolvida fora do Reino Unido. Originou-se na Tasmânia, Austrália, no início da década de 1880. Possui ancestrais em comum com o Silky Terrier Australiano e se acredita que tenha sido criado a partir do cruzamento das raças: Skye Terrier, Terrier Escocês, Dandie Dinmont Terrier, Terrier Irlandês, Manchester Terrier e Yorkshire Terrier. Tem expectativa de vida de 12 a 15 anos de idade.

O objetivo de seu desenvolvimento era criar um cão rápido, resistente e à prova d’água para trabalhar nas fazendas. Seu trabalho era caçar roedores e cobras, além de cuidar de ovelhas e alertar a presença de estranhos aos fazendeiros.

Foi a primeira raça australiana a ser reconhecida e exibida em sua terra nativa e a ser aceita oficialmente em outros países. Em 1899, foi exibido especificamente como “Terrier Australiano de pelo duro”.

Nome original

Australian Terrier

País de origem

Austrália

Características gerais

Aspectos raciais

Sua aparência geral é de um cão robusto, pequeno e bastante longo em proporção a sua altura.

Possui stop definido e trufa preta, de tamanho médio. O focinho é forte e poderoso, de mesmo comprimento do crânio. Seus lábios são pretos; apresenta mordedura em tesoura. Os olhos são pequenos, ovais, de coloração castanha escura. As orelhas são pequenas, eretas e pontudas. O pescoço é de bom comprimento e ligeiramente arqueado. Seu tronco é bastante longo em proporção a altura.

A cauda é altamente inserida. Era costume realizar a caudectomia desta raça, porém é importante lembrar que esta prática é proibida por lei no Brasil se feita apenas para fins estéticos. 

Os membros anteriores possuem boa ossatura e são retos e paralelos quando vistos de frente. Os posteriores têm comprimento moderado; vistos por trás, são paralelos dos jarretes aos pés. As patas são pequenas, redondas, compactas e bem acolchoadas. Os dedos são moderadamente arqueados e as unhas são bastante pretas ou escuras.

Sua movimentação é leve, vigorosa e flexível. Os pelos são de revestimento duro e denso. Cor: 1) Azul, azul aço ou azul escuro, com rico bronzeado (não arenoso) no rosto, orelhas, tronco, membros e pés. 2) Arenoso claro ou vermelho.

Comportamento e cuidados

Comportamento e cuidados

O Terrier Australiano é amigável, leal e afetuoso com seus proprietários, podendo se adaptar a ambientes rurais ou urbanos. Aceita bem ser criado com uma família ou com alguém que more sozinho. É indicado tanto como animal de trabalho quanto de companhia.

Por ser versátil, protetor e alerta mostra-se um bom cão de guarda. Costuma latir bastante, portanto é importante que o dono imponha limites, podendo adestrá-lo desde filhote, pois seu lado teimoso e independente pode ser destacar. É inteligente e tem facilidade em aprender.

Vive harmoniosamente com crianças e outros animais, desde que seja adequadamente socializado. É preciso estar atento quando o Terrier Australiano está próximo de pequenos animais, pois tendem a perseguí-los.

Bastante ativo, deve ser exercitado regularmente para evitar que fique entediado e se torne destrutivo.

Seu pelo áspero repele facilmente a sujeira e é à prova d’água, podendo adaptar-se a diferentes climas. Requer escovação diária para estimular produção de óleo natural da pelagem e a deixar brilhante. O banho e tosa são recomendados de forma regular e devem se adequar ao clima. Os ouvidos devem ser observados e limpos ocasionalmente.  

Predisposição à doenças

Endócrinas

Diabetes Mellitus

Musculoesqueléticas

Luxação de Patela

Oftálmicas

Catarata

Referências bibliográficas

Australian Terrier. Federation Cynologique Internationale. Disponível em: < http://www.fci.be/Nomenclature/Standards/008g03-en.pdf>

Australian Terrier. UKC. Disponível em:<https://www.ukcdogs.com/australian-terrier>

Australian Terrier. AKC. Disponível em: < http://www.akc.org/dog-breeds/australian-terrier/>

Australian Terrier. Pet Guide. Diponível em: <http://www.petguide.com/breeds/dog/australian-terrier/>

Australian Terrier. Canal do Pet. Guia de Bichos. Disponível em: <http://canaldopet.ig.com.br/guia-bichos/cachorros/australian-terrier/57a23d365ac14f092055b239.html>

Terrier Australiano. Vida Animal. Disponível em: < https://vidanimal.com.br/animal/terrier-australiano/>

THOMAS, A.; O’NEILL, D.; GOUGH, A. Breed Predispositions to Disease in Dogs. Jonh Wiley & Sons Ltd. 3 ed. 2018. 

Imagem: Disponível em: < http://doglers.com/dog-photos/australian-terrier/>