Terrier Escocês

Nome da Raça

Terrier Escocês

Porte

Pequeno

Peso

Fêmeas: 8,5 a 10,5 kg. Machos: 8,5 a 10,5 kg

Altura na Cernelha

Fêmeas: 25 a 28 cm. Machos: 25 a 28 cm

Nível de atividade

Média

Temperamento

Inteligente, leal, independente e valente

Adestrabilidade

Alta

Introdução

Origem

O Terrier Escocês (Scottish Terrier) tem sua origem descrita nas terras altas da Escócia. Permaneceu geograficamente isolado até o final da década de 1870, quando o capitão W. W. Mackie percorreu as terras altas, comprou Terriers Escoceses e escreveu sobre eles. 

Porém, esta raça pode ser mais antiga do que aparenta. Em 55 a.C., quando Roma invadiu a Grã-Bretanha, Pliny descreveu um cão de parentesco semelhante, o qual foi denominado terrarii, palavra proveniente do latim e que significa “trabalhadores da terra”.

Foi criado para entrar no subsolo e eliminar qualquer criatura que estivesse junto ao chão. Desta forma, protegia as fazendas de predadores como texugos, raposas, ratos e vermes.

O Scottish Terrier Club foi formado em 1882, um ano após o primeiro padrão da raça ser redigido, e apenas três anos após o início da raça como a conhecemos hoje pelo Capitão Gordon Murray.

Nome original

Scottish Terrier

País de origem

Grã-Bretanha

Características gerais

Aspectos raciais

Sua aparência geral é de um cão atarracado e de tamanho satisfatório para trabalhar no solo. Sua expectativa de vida é de 12 anos de idade. A cabeça é longa, sem ser desproporcional ao tamanho do cão. Possui stop ligeiro, mas distinto entre o crânio e o focinho, à frente dos olhos. A trufa é grande e preta; o focinho é fortemente construído e profundo. Apresenta mordedura em tesoura.

Os olhos são amendoados, marrom escuros, bem separados e bem inseridos profundamente abaixo das sobrancelhas, com expressão viva e inteligente. As orelhas possuem textura fina, são pontudas e eretas. O pescoço é musculoso e de comprimento médio.

Apresenta dorso proporcionalmente curto e muito musculoso; o lombo é musculoso e profundo. A cauda tem comprimento moderado dando um balanço geral ao cão; grossa na raiz, afinando para a ponta. Portada reta ou ligeiramente curvada.

Seus membros anteriores são descritos com peito bem à frente das pernas. Os posteriores são notavelmente poderosos para o tamanho do cão. Nádegas volumosas e largas. As patas têm bom tamanho e são bem acolchoadas; dedos bem arqueados e fechados.

Sua movimentação é suave e livre. Apresenta pelo bem fechado, de pelagem dupla; subpelo curto, denso e macio; pelo de cobertura áspero, denso e de arame; juntos formam uma cobertura resistente às intempéries. Cor: Preto, trigo ou tigrado em qualquer tonalidade.

Comportamento e cuidados

Comportamento e cuidados

Agressividade

Predisposição à doenças

Dermatológicas

Demodiciose

Vasculopatia Familial do Plano Nasal, Narinas e Mucosa Nasal

  • descrito em filhotes

Dermatite Necrolítica Superficial

  • predisposição em machos e idosos 

Endócrinas

Hipoparatireoidismo Primário

Gastrointestinais

Hepatite Crônica

Desvio Portossistêmico Congênito

Hematológicas e imunológicas

Baixa Resposta Imunológica a Vacinas

Aumento Sérico da Fosfatase Alcalina 

Doença de von Willebrand

Musculoesqueléticas

Luxação de Patela

  • geralmente medial e bilateral

Neoplásicas

Tumor Cardíaco

  • pouco comum
  • pode ser primário ou metastático

Melanoma Cutâneo

Neoplasia do Trato Urinário Inferior

Linfoma

Tumor Cerebral Primário

Neoplasia da Próstata

Neurológicas

Miastenia Gravis Adquirida

Neuropatia Axonal Central

  • tremores ocorrem entre 10 a 12 semanas

Degeneração Cerebelar

Cãibras Musculares

  • início dos sintomas das 6 semanas aos 18 meses de vida

Renais e urinárias

Urolitíase (Cálculo de estruvita)

  • predisposição em machos e raças pequenas

Urolitíase (Cálculo de Urato)

  • predisposição em fêmeas jovens

Reprodutivas

Distocia

Piometra

Referências bibliográficas

Padrão Oficial da Raça Terrier Escocês. CBKC. Disponível em: < http://cbkc.org/application/views/docs/padroes/padrao-raca_95.pdf>

Scottish Terrier. AKC. Disponível em: <http://www.akc.org/dog-breeds/scottish-terrier/>

Scottish Terrier. UKC. Disponível em: < https://www.ukcdogs.com/scottish-terrier>

Scottish Terrier. Guia de Raças. Disponível em: <http://www.guiaderacas.com.br/Scottish.shtml>

Terrier Escocês. Portal do Dog. Disponível em: <http://portaldodog.com.br/cachorros/racas-cachorros/terrier-escoces/

Ficha do Scottish Terrier. CachorroGato. Disponível em: <http://www.cachorrogato.com.br/racas-caes/scottish-terrier-escoces/

Terrier Escocês. Raças de Cachorro. Disponível em: <https://www.racasdecachorro.com.br/terrier-escoces

THOMAS, A.; O’NEILL, D.; GOUGH, A. Breed Predispositions to Disease in Dogs. Jonh Wiley & Sons Ltd. 3 ed. 2018. 

Federation Cynologique Internationale. Disponível em: <http://www.fci.be/en/>

Imagem: Disponível em: <https://wordpet.soudesergipe.com.br/conheca-a-raca-scottish-terrier-terrier-escoces/>